Pausa para parir!

Um novo membro da família, um presente tão querido, vem chegando! Já estou com 38 semanas e vou diminuindo minhas atividades para me concentrar no parto, esse momento tão único nas nossas vidas. Escolhi parir naturalmente, sem intervenções, porque acredito que essa seja a melhor forma de receber meu bebê, acredito e confio no meu corpo e na minha sabedoria ancestral.

Então, fica uma imagem do meu barrigão - registrada pelo meu amado marido Joaquim Prado - e logo mais eu mostro uma imagem do meu Caetano slingado tbm! Quem quiser encomendar algum produto, manda um e-mail, mas o provável é que as encomendas só normalizem em novembro.

parideira

Agradeço a compreensão e uma boa hora pra mim!! <3

WRAP SLING

Só para contar a novidade que agora também produzimos wrap slings com tecido em malha de algodão e as estampas incríveis da Camomila que vocês já conhecem! Também estamos finalizando alguns pilotos de sling de argola e em breve mais surpresas! Ai como eu amo isso tudo! :)

Aqui a mamãe Denise amamentando slingada com o wrap lindo da Camomila:

foto-4-1

Para pedir, só escrever para [email protected]

Oficina de sling em Maceió

Gente, olha só a oficina de slings que eu dei em Maceió nesse último sábado. Foi um trabalho incrível, numa parceria com a clínica de psicologia QVU. A oficina proporcionou às mamães e papais informações sobre o desenvolvimento do bebê e a importância do contato pele-a-pele com as profissionais de psicologia Kaanda Barros e Tereza Cristina Barros, além da minha orientação sobre os vários tipos de sling e as formas corretas de usar cada um deles. Agora, estamos organizando a primeira slingada aqui da cidade, que é para a gente se encontrar, passear com nossos bebês e tirar dúvidas sobre o uso do sling.

site2site1

site3

Foi um momento maravilhoso e espero repetir mais vezes! Logo mais a gente inaugura o novo site, que tá ficando lindo de viver! :)

oh yeah, i’m back!

E depois daquele desabafo e de um período bem sabático mesmo, eis que vou voltando por aqui com alegria em dar continuidade a um trabalho que escolhi com tanto amor! Mais madura, mais segura, mais inspirada e mais barriguda - um bebê chega aqui em outubro, logo logo. Junto com ele vem um monte de outras boas novidades, oba!

novas_estampas

Escolhi estampas gráficas super coloridas que são tudo a ver com esse momento, pura alegria! Como alguns já sabem, as estampas são bem limitadas, então corram para garantir seus slings ok?  E as naninhas… Ah, nem preciso falar nada né? Vou deixar para um próximo post.

Então, vamos que vamos com muito trabalho pela frente! Obrigada a todxs que escolhem meus slings! :*

um desabafo

413601198_5062577e98_o1

Eu demorei a processar, eu demorei  a encarar. E, num processo de negação, fui adiando e tentando contornar as minhas dificuldades, as trancando no fundo do armário desse meu inconsciente tão vasto. Me perdi do trabalho, trabalho esse que eu escolhi com tanto amor - me perdi, na verdade, de mim mesma. E passei a me negar, e passei a negar tudo aquilo que antes me movia. Entrei num estado que eu chamo de semidepressivo, e a cada nova oportunidade que surgia eu encarava com um misto de alegria e horror. Alegria porque era uma mais uma chance de mudar aquele estado e eu me sentia reconhecida. Horror porque no fundo, eu acreditava que não seria capaz. E travava. No meio do caminho, eu fingia mesmo é que não era comigo. Meu corpo cessou, não havia energia, só estagnação. E cada vez que eu escutava que eu era talentosa, eu sorria. Mas você sabe, eu não acreditava.

E se me perguntar de onde veio isso, não sei dizer exatamente. Eu acho que da vida, das experiências mal processadas desses anos todos. De uma tendência autodestrutiva, talvez. Eu me sentia feliz como mãe, tinha lampejos na vida amorosa e drenava para a vida profissional toda a ferida, toda a dor que eu não compreendia. Minha cabeça, um turbilhão cheio de boas ideias que eu preferia passar adiante ou guardar num caderninho antigo - sozinha não daria conta, não era capaz. Fui minguando, até quase não ser. Eis que a vida dá voltas e mais voltas, o plano superior trata de mudar tudo de lugar e a gente se vê obrigada a vasculhar o fundo escuro daquele armário abandonado.

Nunca cheguei a concluir minha faculdade. Larguei uma, comecei outra e fui me arrastando até, de novo, fingir que não era comigo. Veja bem, eu sempre gostei de estudar. Eu devoro livros e anseio conhecimento, mas não concluí a faculdade. Fiz TCC, cheguei pertinho, mas dei um jeito de dever matérias e deixei pra lá. Assim, como se eu não ligasse. Como se não houvesse valor no meu esforço para chegar até ali. Como se eu não merecesse. E em função também disso, me sinto menor do que o resto do mundo. Tento me enganar fazendo as vezes de bem resolvida, mas por dentro a história é diferente e se reflete na minha falta de compromisso comigo mesma. Ouço sempre uma voz familiar me dizendo que sou irresponsável. Essa dor é latente, eu ainda a cultivo, junto com dor de todas as coisas que deixei pra trás sem entender porquê. Dizem que nunca é tarde.

Escrevi tudo isso aqui porque a Camomila é tão somente minha essência, reflexo da forma como vejo o mundo, das minhas crenças, do meu amor. A Camomila, embora seja meu sustento, não é encarada como um negócio e por isso, nos meus momentos mais difíceis, pode ter deixado a desejar. Pensei em desistir, aquela velha história de fingir que não é comigo. Só que agora preciso fazer diferente, e a vida me trouxe um presente que me fez refletir. Um não, alguns. Eu não tenho como me desculpar a quem tenha me procurado sem obter retorno, tive um período sabático mesmo. Volto aos poucos, enquanto lambo minhas feridas e ilumino minhas sombras. Volto inspirada, cheia de esperança, boas ideias e gratidão por ter tido em meu caminho pessoas e situações que me ajudaram a identificar padrões negativos tão arraigados em meu ser. E que assim seja, assim se faça.

Novidades por aí!

Muita coisa mudou, eu me mudei de cidade e junto comigo, a Camomila. Tem  um monte de novidade e mais mudança por vir. Então, quem quiser slings, nanas e acessórios, é só escrever direto para mim pelo e-mail [email protected] - em breve, eu posto aqui as boas novas.

Obrigada a todos pela confiança e carinho de sempre!

:)

O blog infantil mais legal do mundo!

garatujas_print

Faz tempo que estou para  escrever sobre ele! Chama-se Garatujas Fantásticas e veio para mostrar toda a riqueza do universo infantil, e o melhor - para crianças. Fala sobre literatura, arte, design, educação, curiosidades e até crafts. Tem animações fofas -  Eu, Garatujo é para fazer sorrir o dia todo - tirinhas feitas a partir de singelos haikais e até uma seção bilíngue, a Banana’s Wall. Ai, que amor!

Eu tenho a sorte de ser uma das colaboradoras da seção Garatujas Amigas e fazer parte desse mundo tão lindo de sonhar, de viver. E você pode achar até que esse post é por pura corujice minha de ser uma garatuja amiga - e não deixa de ser, porque não tem como não corujar essa coisa linda de meu Deus - mas eu seria fã de qualquer jeito. É que faltava um lugar que trouxesse tanto conteúdo legal em uma linguagem que não subestima nem a criança, nem os pais dela. Tudo feito e idealizado por gente querida, que faz com sinceridade e pensa em cada detalhe com muito amor. Thais, Tati, Tartaruga e Beto, parabéns e obrigada por criarem um espaço tão incrível!

Ei, e você, tá esperando o que para se aventurar no Garatujas? Corre lá!

muita cor!

estande

Cor! Essa foi a palavra de ordem no estande da Camomila e da Maria Lili durante a última Baby Bum. Foi muito bacana, principalmente porque é lá que eu consigo ter mais contato com as mamães e bebês que usam os slings e que gostam das naninhas, dos acessórios, dos ogros… Ah, e por falar em ogro, olha só quem apareceu para protagonizar a história que a contadora Alejandra Pinel estava contando:

alejandra2

Um ogro dos lagos bem gigante bem cabeçudo e comilão! As crianças amaram e foi muito bom vâ-las interagindo com ele. Esse trabalho de contação de histórias com os ogros e mais seres da Camomila é uma parceria que fiz com a Alejandra, não é incrível? Ela vai interpretar alguns contos e os bonecos darão mais vida a alguns personagens, tornando o universo da contação ainda mais lúdico. Eu fiquei toda babona né, de ver meu ogrão ali todo rodeado de crianças loucas para abraçá-lo!

Para quem quiser ver mais imagens, na página da Camomila no Facebook tem mais algumas fotos. Aproveitem para curtir e ficar sabendo de novidades e promoções!! Tem muita gente que adiciona no perfil, mas é mais fácil alimentar a página, o que vai a tornar mais completa. Portanto, já sabem: promoções e novidades é só curtir rsrs!!

Quem quiser informações sobre a contação de histórias envolvendo os ogros e outros bonecos é só escrever para letícia@chadecamomila.com-  são interpretações de contos, lendas e histórias do mundo todo!

E por enquanto é isso aí! ;)

Baby Bum

babybum_esta_chegando_maio12

Oba, mais uma edição da Baby Bum vai rolar agora no próximo final de semana! Eu estarei lá com muitas naninhas, slings, ogros e acessórios. Ah, e tem uma novidade incrível: a contadora de histórias Alejandra Pinel e os ogros irão protagonizar uma história muito legal no sábado e domingo. Mal posso esperar para ver, ai meu coração!

Espero todo mundo lá ok? Beijo beijo!

as férias e o retorno

ilha do ferro, al, originally uploaded by leticiamaria.

Gente! Minhas férias foram incríveis mesmo, visitei um lugar chamado Ilha do Ferro, um povoado que fica à beira do São Francisco, no sertão de Alagoas… Lá, conheci pessoas lindas, que fazem brotar da simplicidade daquele lugar objetos singulares. Gente muito especial, verdadeiros artistas de mãos habilidosas que fazem surgir esculturas e bordados únicos. Inspirador, muito!

De volta ao caos, muitas mudanças: casa nova, um espaço melhor para o meu ateliê e finalmente o fôlego necessário para desenvolver novos produtos para a Camomila. Parece que agora vem a bonança! :)

nanadeovelha.

A naninha da foto é de uma das novas estampas que abriram a temporada de bonecos, mas já deixo avisado que elas se esgotam rapidinho! Quem quiser ver mais opções de estampas ou ainda encomendar uma nana de ovelha, é só me escrever!

Beijo e até breve.

;**





This work by Letícia Pacheco is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Brazil.